Cães reativos: 3 coisas que você precisa saber – Parte 1

cães reativos

Estamos relendo um livro (veja no final) que nos ensinou muito, há 8 anos atrás, sobre emoções e cães reativos.

A maior parte da literatura disponível sobre cães é em inglês, e para te ajudar traduzimos e trouxemos 3 pontos importantes (não deixe de ver o último):

1) Cães “animados” também sofrem:

Os comportamentos frenéticos geralmente se parecem com “felicidade”: ficar pulando, rebolando, lambendo, fazendo de tudo para “fazer festa” para a pessoa.

Porém, mesmo cães agitados, que muitas vezes chamamos de “felizes”, podem estar sofrendo emocionalmente.

Eles estão tão estressados quanto um cão medroso ou agressivo – e a diferença é que apenas expressam isso de maneiras diferentes.

Agitação não é sinônimo de bem estar

2) Cães reativos podem estar felizes ou com medo:

As pessoas geralmente ficam surpresas ao saber que um cão “animado” e um cão agressivo compartilham a mesma raiz do problema.

Isso porque a questão não é se o cão está feliz ou com medo, a questão é que essa agitação – qualquer que seja a causa – está tomando conta da mente dele de forma que ele não consegue pensar no que está fazendo e nem se controlar.

Ele não recebe instrução e nem feedbacks das pessoas, e, ao perder o controle de como agir, se torna reativo (tem uma reação exacerbada).

3) Ir devagar te faz chegar mais rápido:

Ao treinar seu cão, tenha em mente:

Toda vez que o cão acerta ele grava uma memória do comportamento correto e confiança;

Porém, toda vez que “erra”, o cão grava uma memória do comportamento errado e uma dose adicional de frustração.

Parece contra intuitivo, mas ao dar pequenos passos, ir devagar e garantindo que o cão vai acertar o comportamento que você gostaria, o progresso vai ser muito mais rápido do que tentar dar grandes passos, pular etapas, e ter erros.

Ajude seu cão a acertar

Gostou? Qual mais te surpreendeu? Comenta se quiser que a gente traga mais lições de livros aqui!

E se você tem um cão reativo, conta com nosso apoio! Seja com nossos conteúdos gratuitos no instagram ou com nosso atendimento personalizado.

Essas são as três primeiras de inúmeras lições, do livro “Fired Up, Frantic, and Freaked Out: Training Crazy Dogs from Over the Top to Under Control (Training Great Dogs)” – Laura VanArendonk Baugh.

You Might Also Like

4 Comments

  1. Ana Paula Cardoso

    Como sempre, muito bom! Manda mais <3

    1. porakaa

      Obrigada, Ana Paula!! Vamos programar a parte 2 então 😀

  2. Dianny

    Muito interessante! Não fazia ideia. Obrigada pelos ótimos conteúdos de sempre!!

    1. porakaa

      Obaaa, que bom que gostou Dianny, nós é que agradecemos! 😉

Leave a Reply