Cães reativos: 3 coisas que você precisa saber – Parte 2

cães reativos

Se você perdeu a Parte 1, clica aqui para ler

1) Erros são informações:

Se o seu cão fizer algo “errado” procure não se frustrar ou ficar se culpando, apenas enxergue isso como uma oportunidade de analisar e entender o que aconteceu, para poder evitar.

Se ele errar duas vezes seguidas, por exemplo, é sinal de que não está conseguindo lidar com a situação – facilite as coisas para ele.

2) Decidir cansa:

Assim como acontece conosco, os cães também passam pela “fadiga decisória” – um cansaço mental pela capacidade limitada de tomar decisões.

Mantenha as sessões de treino ou de passeios curtas, porque quando o cão (ou você) estiver cansado demais, não vai ser capaz de tomar as melhores decisões em uma situação estressante.

É aí que a frustração começa a crescer. Quem nunca se pegou pensando “ele estava tão bem até agora e de repente ficou pior, o que aconteceu?”

3) Pare na melhor hora

Encerre qualquer treino ou situação enquanto o cão está acertando, essa é a melhor hora. Não leve ele até o limite.

O aprendizado se dá a partir de inúmeras experiências boas, de muitos acertos!

Sabemos como pode ser desafiador conviver com um cão reativo, não é como qualquer outro problema. Por isso criamos uma mentoria específica, que vai te ajudar a sair da frustração para o orgulho com seu cão. Clique para ver como funciona.

Essas são as últimas três lições, do livro “Fired Up, Frantic, and Freaked Out: Training Crazy Dogs from Over the Top to Under Control (Training Great Dogs)” – Laura VanArendonk Baugh.

You Might Also Like

Leave a Reply